• Marcos Campos

Paraibano pode ajudar instituições que combatem o câncer com doações por meio da conta de energia


Os paraibanos possuem uma maneira simples e fácil para contribuir com a manutenção de entidades filantrópicas do Estado. Há 16 anos, a Energisa oferece aos clientes a opção de fazer doações por meio da conta de energia elétrica. A primeira instituição a receber o benefício foi o Hospital Napoleão Laureano e atualmente esta ação beneficia outras cinco instituições: o Instituto de Pesquisa Professor Joaquim Amorim Neto (IPESQ), Instituto de Olhos da Paraíba, Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE de Patos), Hospital da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP) e Hospital de Olhos Lions Club.

A ação é voltada para ajudar entidades que realizam trabalhos de combate e prevenção ao câncer, além de apoio a famílias com crianças com microcefalia e portadores de deficiência. A iniciativa foi tão bem recebida pela população que, em 2018, o repasse de doações pelas contas para as seis instituições foi de R$ 1.314.800,00.


“Queremos com essa iniciativa facilitar que o cidadão paraibano faça uma doação sem ter que sair de sua casa. Essas instituições fazem um trabalho muito sério e qualquer valor doado é muito importante para que elas possam continuar ajudando a quem precisa”, destacou Ricardo Charbel, diretor-presidente da Energisa Paraíba e Energisa Borborema.

Quem se interessar em fazer alguma doação para as entidades cadastradas (pode ser qualquer valor) basta ligar para o 0800 083 0196 ou procurar as agências de atendimento, sinalizando o valor da doação, que será mensal e estará discriminada na conta de energia. É importante lembrar que a qualquer momento a contribuição pode ser cancelada. Basta o consumidor entrar em contato com a Energisa.


Fonte: Resenha Politika

3 visualizações
Contato
 

Rua Manoel Cândido, 12

Cachoeira dos Índios - PB

 

contatotvcachoeira@gmail.com

 

  • @cachoeiraagora no Instagram
  • Cachoeira Agora no Facebook
  • Cachoeira Agora no Twitter
Parceiros

© 2019 by Cachoeira Agora